Julgar pela aparência

Romanos 2:3,4 – “Assim, quando você, um simples homem, os julga, mas pratica as mesmas coisas, pensa que escapará do juízo de Deus? Ou será que você despreza as riquezas da sua bondade, tolerância e paciência, não reconhecendo que a bondade de Deus o leva ao arrependimento?”

Refletindo a palavra o Senhor nos mostra o quanto temos que tomar cuidado para não julgarmos as pessoas. Ele deixa bem claro que quem pode julgar é somente Ele. Assim como antigamente, hoje em dia as pessoas tem o costume de julgar por suas aparências, atitudes, situação financeira, colocação, grau de escolaridade, etc. Não cabe a nós julgarmos, pois, as vezes, cometemos os mesmos erros ou ainda piores. Como está escrito em Mateus 7:5 “Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão”. Sem perceber, julgamos as pessoas e não percebemos que erramos tanto quanto. Entendam que se para Deus não existe diferenciação de pecados, então qualquer pecado é pecado. Sendo assim, não posso julgar ninguém, pois sou pecador tanto quanto ao que julgo. Quando julgo as pessoas estou pecando e me tornando um hipócrita. Todos nós sabemos o que Deus fará com os hipócritas, lembram? Aos hipócritas Deus diz em Mateus 23:33 “Serpentes, raça de víboras! como escapareis da condenação do inferno?” Só para lembrar-lhes que estas palavras foram ditas aos líderes religiosos da época. Observe se você tem a tendencia de ficar observando a paciência que o Senhor tem para com os outros. Se você tem esse costume, te digo que em vez de ficar julgando peça misericórdia a Deus e se humilhe diante Dele e reconheça o quanto Ele tem tido paciência para com você também. Não julgue ninguém. Faça a sua parte. Viva uma vida de experiências ao lado de Cristo, pois assim como Paulo enfatizou neste capítulo de Romanos que todos nós somos pecadores e sem Cristo não há como sermos salvos das consequências do pecado.

Que o nosso bom Deus continue abençoando a todos.

Com amor,

Anúncios