Cristo como exemplo

Efésios 5:1 – “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados;”

Refletindo a Palavra de hoje o Senhor pede-nos que sigamos seus exemplos. Assim como os filhos imitam os pais, devemos seguir os exemplos de Deus. Seu grande amor por nós levou-o a sacrificar-se para que pudéssemos viver. Nosso amor por nossos semelhantes deve ser da mesma espécie – um amor que vai além do afeto, que é capaz de sacrificar-se em benefício dos outros. É exatamente em relação ao sacrifício diário que precisamos nos atentar. Precisamos evitar as histórias obscenas e piadas grosseiras que sempre estamos contando, assim como devemos observar todas as nossas atitudes para que sirvam de exemplo ao próximo. ​Paulo avisa que a linguagem imprópria não deve ter lugar na conversa dos cristãos porque não reflete a presença de Deus em nós. Como podemos lembrar aos outros a sua bondade quando nossas palavras são tão rudes ou vulgares? Precisamos entender que Paulo não pede que evitemos todo e qualquer contato com os incrédulos, pois como estes poderiam conhecer a Cristo se não houvesse quem lhes mostrasse? Jesus ensinou que seus seguidores devem se tornar amigos dos pecadores, a fim de conduzi-los a Ele. Na verdade, Paulo está dizendo que não se deve tolerar o estilo de vida de pessoas que encontram desculpas para seu comportamento impróprio e recomendam aos outros que façam o mesmo. Tais pessoas podem contaminar o corpo de Cristo e ameaçar sua unidade e propósito. Como pessoas que andam na luz, nossos atos devem refletir a fé. Devemos ter uma vida acima de qualquer censura moral. Dessa forma, refletiremos a bondade de Deus ao próximo. E você, deseja falar de Cristo aos que te rodeiam? Dê exemplo!

Que o nosso bom Deus continue abençoando a todos.

Com amor,

Refletindo a Palavra

Efésios 5-1.jpg

Isaías 53:6 – “Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas, cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniquidade de todos nós.”

Sabem, refletindo a palavra de hoje, pude ver a grandeza de ensino que ela nos traz. Isaías é um livro do antigo testamento e neste capítulo fala da vinda de Jesus Cristo com muita propriedade. Que profecia espantosa! Quem poderia acreditar que Deus escolheria um servo humilde e sofredor para salvar o mundo e não um glorioso rei? Essa ideia contraria o orgulho e a forma de pensar dos seres humanos. Muitas vezes Deus opera através de meios que não esperamos. A força do Messias é revelada por sua humildade, sofrimento e misericórdia. Se Cristo sendo o Senhor e Salvador deste mundo, sendo Ele Deus, dono de tudo, se fez tão humilde, por que há pessoas tão orgulhosas e arrogantes? A resposta é simples: não conhecem a Cristo como deveriam conhecer. A bíblia fala que não havia nada de belo ou majestoso na aparência física desse servo. Israel menosprezaria a sua importância, julgando-o como um homem comum. Embora o grande número de seguidores de Jesus não fosse atraído por sua aparência, Ele traria a cura e a salvação. Infelizmente Israel se afastou de Deus e Isaías compara o povo a ovelhas que vagueiam sem rumo. Ainda assim, Deus enviou o Messias para traze-los de volta ao aprisco. Todos nós temos a percepção necessária para enxergar e reconhecer a identidade do Messias prometido, reconhecemos que Ele veio para morrer pelos nossos pecados, porém se reconhecemos as obras de Jesus e ainda assim o rejeitamos, então nosso pecado se torna muito maior que o dos antigos israelitas que não podiam ver tudo o que já vimos. E você, já entregou a sua vida a Jesus Cristo, o bom Pastor, ou ainda se comporta como uma ovelha errante?

Que o nosso bom Deus continue abençoando a todos.

Com amor,

Refletindo a Palavra

ISAÍAS 53 - 6.jpg

Filipenses 1:6 “Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até o dia de Cristo Jesus”

Refletindo a Palavra o Senhor nos mostra que iniciou a boa obra em cada um de nós, realizando-a durante toda a nossa vida e a concluirá quando O encontrarmos face a face. A obra de Deus por nós começou quando Cristo morreu em nosso lugar na cruz. Sua obra dentro de nós começou quando cremos nEle pela primeira vez e o aceitamos como nosso Senhor e Salvador pessoal. Deus nos aperfeiçoa de diversas formas transformando-nos através da leitura da bíblia diariamente, cultos, louvores, assim como as lutas e provações também. A partir do momento em que aceitamos a Cristo como nosso Senhor e Salvador, o Espírito Santo passa a viver em nós, permitindo-nos ficar cada dia mais semelhantes a Cristo. Neste capítulo vemos que Paulo está descrevendo o processo do crescimento e maturidade do cristão, que se inicia imediatamente ao aceitar Jesus e que continuará até à sua volta. Será que às vezes você sente não estar fazendo progressos em sua vida espiritual? Acredite! Quando Deus começa um projeto, Ele o conclui! Quando se sentir desanimado lembre-se de que Deus nunca desistirá de você. Quando se sentir incompleto ou perturbado por suas fraquezas, lembre-se da promessa e da provisão de Deus. Não deixe que sua atual situação roube a alegria de conhecer a Cristo ou que o impeça de ficar mais próximo Dele.

Que o nosso bom Deus continue nos abençoando sempre.

Com amor,

Filipenses 1-6.jpg

Anúncios