Compromisso

Isaías 41:9-10 – “Tu a quem tomei desde os confins da terra, e te chamei desde os seus cantos, e te disse: Tu és o meu servo, a ti te escolhi e não te rejeitei; não temas, porque Eu sou contigo; não te assombres, porque Eu Sou teu Deus; Eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça.”

Confesso a vocês que, todas as vezes em que leio esta palavra meu coração se enche de alegria, pois meu primeiro contato com o Senhor foi através dela. Vivemos num mundo capitalista, onde a palavra de ordem é o tempo. Fomos educados a buscar produtividade, dar o melhor de nós. Durante nossa jornada diária suamos muito a camisa e quando chegamos em casa estamos exaustos. O cansaço nos faz quer ou a cama ou a TV. Mas a pergunta que ecoa é a seguinte: como fica nosso tempo com Deus? Se pararmos pra pensar, somente lembramos Dele quando estamos enfrentando lutas e dificuldades. Na verdade, estamos dando ao Senhor migalhas do nosso tempo! Quando Deus falou comigo nesta palavra, Ele me encorajou a servi-lo, a pregar, a ajudar, mas as vezes me pergunto: o que estou fazendo com esta promessa? Deus me chamou e me capacitou para que eu pudesse guardar meus talentos e continuar a viver minha vidinha medíocre? JAMAIS! SOU SERVO E PRECISO SERVÍ-LO! Se hoje as dificuldades me atormentam é bem capaz de que tenham sido causadas pela minha falta de comunhão com meu Pai. Ele sabe o que é melhor pra mim, mas sou eu quem escolho meus caminhos. Então faço o seguinte: peço perdão a Deus, me conserto, reservo tempo diariamente a Ele, faço Sua obra e tudo mais Ele faz por mim. Não preciso me preocupar porque Ele é comigo. Ele é forte e poderoso e nada é impossível para Ele. Então, só me basta uma coisa: amá-lo de todo meu coração e deixar que Ele cuide de mim. E você, está dando apenas migalhas de seu tempo ao Senhor? Ele te ama e te capacitou para a boa obra. Levante-se! Faça a vontade Dele e tudo o mais Ele fará por você.

Que o nosso bom Deus continue nos abençoando sempre.

Com amor,

Refletindo a Palavra

Isaias 41.jpg

—————————————————————————————————————————————–

2 Coríntios 1:3 – “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação;”

Refletindo a Palavra, hoje queremos exaltar àquele que é digno de toda honra e glória, mostrando seus ensinamentos. Nesta palavra vemos que Deus é exaltado de maneira tal, sendo visto como o Pai dos pais. Vemos, porém, ensinamentos importantes para nós, ensinamentos estes que somente poderiam vir do verdadeiro Pai, aquele que nos ensina a viver em santidade. Muitos pensam que quando Deus nos consola, ​nossas dificuldades devem desaparecer. Mas, se sempre fosse assim, as pessoas se voltariam a Deus somente com a intenção de serem aliviadas da dor, e não por amor a Ele. Devemos entender que ser consolado pode também significar receber forças, encorajamento e esperança para lidar com as nossas dificuldades. Quanto mais sofremos, mais conforto Deus nos dá. Se você estiver se sentido subjugado, permita que Deus lhe console. Lembre-se de que, a cada prova que enfrentar, você confortará outras pessoas que estão sofrendo dificuldades semelhantes às suas. Deus é fiel! Seu poder é suficiente para nos capacitar e enfrentar qualquer dificuldade. Quando somos provados, afastamo-nos do orgulho e aprendemos a depender de Deus. Ele nos conforta para que possamos confortar outras pessoas. Entregue suas dificuldades ao Senhor e peça a Ele que te capacite para enfrentar as batalhas do dia a dia. Lembre-se de que precisamos aprender a ter comunhão com Ele não somente quando precisamos de sua ajuda, mas sim a todo momento, inclusive nos momentos de bonança.

Que o nosso bom Deus continue abençoando a todos.

Com amor,

Refletindo a Palavra

2 Coríntios 1-3.jpg


1 Pedro 4:5 – “Os quais hão de dar conta ao que está preparado para julgar os vivos e os mortos”.

Refletindo a Palavra de hoje recebemos um alerta do Senhor quanto a nossa retidão nos caminhos de Jesus Cristo. Todos nós sabemos que a base da nossa salvação é a nossa fé em Jesus, conforme Atos 16:31 “…crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo…”, mas a base para o julgamento é o modo como vivemos. Aqueles que infligem a perseguição estão marcados para o castigo quando comparecerem diante de Deus. Os crentes não têm nada a temer, porque Jesus será o supremo Juiz sobre todos, conforme João 5:22 “E também o Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo”. Mas o questionamento do dia é: será que realmente aceitei a Cristo como meu Senhor e Salvador para que tenha garantido minha salvação? Em Hebreus 6:4-6 nos diz “Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo,e provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro, e recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério”. Quem já experimentou viver ao lado de Cristo jamais escolherá viver longe Dele, pois a paz e a felicidade que encontram jamais querem perdê-la. Os crentes superficiais, aqueles que dizem ter aceito a Cristo mas continuam a viver da mesma forma como antes, renunciam a Cristo diariamente e vivem como hipócritas. Aos hipócritas Cristo nos afirma em Apocalipse 3:16 “Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca”. Os crentes superficiais devem tomar muito cuidado, pois sua decisão pode não ter sido verdadeira e se não for verdadeira, infelizmente, não será aceito no reino de Deus. Faça uma reflexão e reflita sobre seu caminhar.

Que o nosso bom Deus continue nos abençoando sempre.
Com amor,

Refletindo a Palavra

1 Pedro 4 - 5-6.jpg

Anúncios